CozinhaAvental
13.06.2017

Vinagre: por que é tão eficaz na limpeza?

Ele sempre teve lugar garantindo no armário da cozinha. Mas, cada vez mais, começa a figurar também entre os produtos guardados na lavanderia. E sabe o porquê? “O vinagre tem, em sua composição, 4% de ácido acético. E é esta característica ácida que proporciona inúmeras aplicações domésticas”, explica o engenheiro químico Bruno Cortez, professor de Ensino Técnico e Assistente Técnico do Departamento de Engenharia Química da Escola de Engenharia de Lorena, da Universidade de São Paulo (USP).

De acordo com o professor doutor Domingos Sávio Giordani, também do Departamento de Engenharia Química da USP, o vinagre é bom, por exemplo, para remover algumas manchas, justamente porque elas são formadas por substâncias que podem ser dissolvidas pelo ácido acético – e não pela água. “O complicado na arte de tirar manchas é achar um agente que dissolva essa substância sem danificar o substrato (o tecido, por exemplo). E o vinagre é bom nisso”, declara.

Mas o produto também limpa, elimina odores ruins, tem ação antimicrobiana e, acredite, após o uso, não deixa a sua casa com cheiro de salada. Segundo Bruno Cortez, o mofo, os maus odores de alimentos estragados e as gorduras fétidas são, em grande parte, relacionados à presença de compostos alcalinos (isto é, com características de base). “Ao reagirmos o vinagre com essas substâncias, há uma reação de neutralização que diminuirá ou eliminará o composto”, diz.

Outro ingrediente que ajuda na eficácia do vinagre é o álcool, de ação antimicrobiana. A legislação brasileira estabelece que, para cada 100 ml de vinagre, deve haver, no máximo, 1 ml de álcool. E é justamente ele quem “mata” a maioria das bactérias existentes, explica Bruno Cortez.

Por não conter aroma nem corantes, o vinagre de álcool é o mais indicado para limpeza. Porém, outros tipos, como o de maçã, também podem ser usados, já que a quantidade de ácido acético e álcool é igual.

Você sabia?
Se você colocar um pouco de vinagre na água que vai cozinhar o ovo, a chance de a casca rachar é muito menor. “A casca do ovo é formada principalmente por carbonato de cálcio, que a torna rígida e suscetível a ser quebrada pela variação de volume ocasionada pela diferença de temperatura no cozimento. O vinagre, com seu ácido acético, reage com parte do carbonato de cálcio, tornando a casca menos rígida, o que diminui o risco de quebra”, explica o professor Domingos Giordani, da USP.

Para conhecer outras utilidades do vinagre na cozinha, clique aqui.

Comente via facebook
Deixe seu comentário